Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Principais Conclusões

   Finalmente terminámos as apresentações do nosso projecto, quer nas aulas curriculares quer na sessão “On the Road”.

   Achámos que estas apresentações nos revelaram vários caminhos a seguir e foram bastante benéficas, não só para a progressão do projecto, mas também para ganhar uma maior consciência sobre a expectativas que as pessoas andam a criar do nosso trabalho. Por isso, é indispensável congratular-nos a nós e a todos aqueles que nos rodeiam e nos apoiaram, pois, havendo um tão curto tempo decorrido, as expectativas criadas são muitas, o que irá conduzir ao redobrar da disponibilidade, do esforço e do trabalho do grupo Canecas Partidas.

   Relativamente às apresentações em si, podemos apenas referir que foram excepcionais em todos os aspectos. Deram-nos várias sugestões e apelaram à continuação do projecto, de forma a dar frutos.

   Nas aulas de Sociologia, Português e Matemática A foram-nos fornecidas várias ideias, das quais podemos destacar a promoção pedagógica do tema, ou seja, criar um espaço, na Escola Secundária de Caneças e fora dela, em que miúdos e graúdos possam ter um contacto mais próximo com a natureza. Numa era em que basta ir ao supermercado para ter todos os alimentos de que necessitamos, achamos importante proporcionar um maior contacto entre a população, de qualquer nível etário, com o ambiente, demonstrando a forma como se semeia, planta e cultiva a terra, retirando dela o maior proveito. Inclusive numa das apresentações, foram contadas situações hilariantes, mas ao mesmo tempo preocupantes em que os indivíduos não eram capazes de distinguir entre uma amêndoa e uma fava. Assim, foram-nos feitas sugestões como quintas pedagógicas e realização de algum trabalho de investigação sobre espaços que possam ser arrendados e/ ou comprados, para futura dedicação à actividade agrícola.

Photobucket

   Por outro lado, desta vez referente aos inquéritos que nos propusemos realizar neste decorrente 2º Período, foi-nos proposto realizá-los em prédios, para desta forma, evidenciar duma forma mais clara e objectiva a sua opinião acerca das práticas agrícolas nos espaços urbanos, na vila de Caneças. Para além disso, também nos foi sugerido que o fizéssemos, quer a uma população mais idosa quer a uma população mais jovem, para posteriormente, daí retirarmos conclusões mais pormenorizadas e reais.

   No que diz respeito à sessão “On the Road”, o resultado não podia ter sido melhor. Com uma apresentação clara e sucinta sobre o nosso projecto, divulgámos o nosso trabalho ao CCC e aos seus representantes. Professores e alunos congratularam-nos pela excelente representação, não só do nosso projecto, mas também por levarmos o nome desta escola tão longe e de forma tão positiva.

   Segundo a opinião do representante do CCC, o nosso projecto é bastante pertinente nos dias que correm, mas ao mesmo tempo difícil de gerir. No entanto, disponibilizou-se, mais uma vez, a dar-nos as suas sugestões. Assim, aconselhou-nos a investigar sobre o arquitecto paisagístico Ribeiro Teles acerca das hortas urbanas, onde poderemos encontrar informação referente ao propósito das hortas. Outro aspecto que nos confidenciou ser essencial no nosso projecto foi a agricultura biológica e, mais uma vez, a pedagogia deste ramo, isto é, dar um maior relevo às hortas pedagógicas que visam a aprendizagem da prática agrícola no grupo etário juvenil.

   Para além disso, também referiu que seria importante localizar num mapa terrenos onde é possível evidenciar a prática agrícola. Por fim, congratulou-nos pela consistência ganha pela interdisciplinaridade que tentámos privilegiar no nosso trabalho, e desta forma, sugeriu que associássemos a poesia com os jardins, “baptizando-os” com poemas, tornando-os símbolo de importância a nível nacional.

   Em suma, o resultado não podia ser mais positivo. Exposição, análise, debate, sugestões, foram pontos fulcrais nestas apresentações que tanto contribuíram para este projecto. Assim, iremos continuá-lo, de forma a tornar as nossas cidades, a nossa vila, ainda mais criativa(s).

publicado por canecaspartidas às 14:15
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Relatório sobre o "Lisbon Experience"

   No dia 11 de Dezembro, no âmbito de algumas disciplinas, nomeadamente, Área de Projecto, realizámos uma visita de estudo ao Padrão dos Descobrimentos, situado em Belém, Lisboa.

   Aí, assistimos a um audiovisual intitulado "Lisbon Experience", que visava relatar a evolução da cidade de Lisboa,

 

 desde os seus primórdios até aos dias de hoje. Contudo, como o autor do audiovisual nos confidenciou, tencionava fazer esse relato sem o relacionar directamente com a história de Portugal. Apesar da dificuldade, de uma forma atractiva e dinâmica, achamos que o objectivo foi alcançado com algum sucesso.

   Neste audiovisual, Lisboa surge como algo de bom e vantajoso, quer para Portugal quer para a Europa. Tendo sido, em tempos, o porto de partida dos grandes descobrimentos, actualmente é visto, também, como porto de destino, onde milhares de imigrantes tentam a sua sorte. Lisboa simboliza a diversidade multicultural, característica de há muito.

   Desta forma, é possível definir Lisboa como um espaço identitário, isto é, um espaço com identidade própria, onde a diversidade cultural é uma das suas características. É, precisamente, nesta perspectiva que queremos impulsionar Caneças, dinamizando-a. É neste sentido que o nosso projecto se enquadra, uma vez que tencionamos valorizar este espaço, enquanto espaço identitário, pois, tal como Lisboa, também Caneças tem a sua identidade, ligada com o mundo rural, donde provem a sua cultura saloia.  

   Devido à sua excelente qualidade de água, a actividade agrícola tornou-se, em Caneças, uma forma de subsistência, mas que, infelizmente, se tem vindo em perder. É, portanto, neste ponto que tencionamos intervir, potencializando práticas próximas do mundo rural na nossa freguesia, de forma a obter benefícios a nível económico e social.

   Sendo urgente travar o excesso de urbanização que se tem vindo a registar na região, é importante encontrar formas de combater essa realidade.

   Assim, ao ter em conta o futuro das cidades, pretendemos dinamizar práticas próprias do sector agrícola na nossa região, mas enquadrando-as no espaço urbano, de maneira a que Caneças cresça naturalmente saudável, quer seja em termos económicos quer seja em termos sociais. Achamos, portanto, que a actividade agrícola, em espaços urbanos, seja a jardinagem, a agricultura biológica ou outros, é um factor que pode vir a dinamizar as cidades, fazendo com que a nossa vida seja menos cinzenta.

publicado por canecaspartidas às 12:22
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

Avaliação do 1º Período

   Como o CCC pediu, aqui está a avaliação dos membros do grupo Canecas Partidas:Photobucket

  • Daniel Mateus - 18
  • David Silvério - 17
  • Joana Carneiro - 17
  • Marta Gomes - 17
  • Susana Alves - 17

   Relativamente à avalição do nosso projecto neste 1º Período, ficou avaliado em 18.1 valores.

   Iremos continuar a trabalhar neste 2º Período, com o mesmo ou mais empenho, de forma a dar o nosso maior contributo, tanto à escola como à vila de Caneças, principalmente.

publicado por canecaspartidas às 21:23
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Auto-avaliação sobre a Primeira Observação dos Blogues

 

A pedido do CCC, elaboramos este post de auto-avaliação com o intuito de apresentar as razões que justifiquem o trabalho realizado até ao momento e a forma como tentámos cumprir todos os critérios definidos. Pedimos desculpa por não o ter feito mais cedo, mas tal foi impossível devido a problemas técnicos e pessoais por parte dos membros do grupo Canecas Partidas.

Como podemos encontrar no post – “Calendarização das Actividades” – atrás realizado, especificamos, de forma objectiva, as actividades a desenvolver em cada período deste ano lectivo. Foram referidas, sucintamente, as diferentes tarefas a realizar, as quais foram cumpridas dentro do prazo definido.

O esforço foi evidente, bem como o empenho por parte dos membros do grupo Canecas Partidas. Muitas horas foram cedidas à realização destas etapas, assim como, alguma formação, necessária para podermos trabalhar mais eficientemente com o blogue e poder tirar dele o maior proveito possível.

                     

Tentámos respeitar o segundo critério, que consiste no “respeito pelas referências, nomeadamente a hora, data, local e recursos utilizados/ obtidos”, embora que, segundo nos revelou o professor de Área de Projecto, está insuficiente, pois não foram revelados estes aspectos duma forma clara e objectiva.

Relativamente à inclusão de reflexões críticas e de importantes comentários, pensamos que o nosso blogue vence nesse critério, dado que, ao longo do projecto, existe uma constante reflexão, bem como a constante “dúvida” em relação à contribuição que o nosso projecto pode oferecer às cidades, pelo que, chegamos sempre à mesma conclusão: o projecto é viável.

Relevante de referir é a coerência lógica e conceptual que o nosso blogue possui, enriquecendo-o uma interdisciplinaridade que tentámos incluir no nosso projecto, criando, por exemplo, “O Cantinho da Poesia”, ligado à disciplina de Português.

Reunimos esforços no que diz respeito à divulgação do blogue, tentando tirar o maior proveito dos meios que possuímos. Assim, encontrando-nos em plena era tecnológica, em que o progresso técnico e/ ou a modernização das técnicas é uma realidade, tentámos divulgar o nosso blogue através do msn, hi5, “convites”/ bilhetes, entre outros. (Para mais informações, consulte o post “Divulgação do Blogue”.) Também de mencionar, que ocorreu um contacto mais personalizado com a comunidade através de entrevistas realizadas que, não só contribuíram para fundamentar o nosso projecto, mas também para divulgar o nosso blogue e dá-lo a conhecer à população.

Desta forma, para fornecer uma informação actualizada a quem nos segue, concretizámos uma constante actualização do blogue.

Em suma, empenho, dedicação, disponibilidade e, principalmente, muito esforço, foram palavras chave para a realização de todo o trabalho realizado até ao momento. Esperamos que tenham isto em conta na vossa avaliação, assim como o gosto que temos pelo que estamos a fazer. Por isso, procuremos construir nas nossas cidades a natureza, dando-nos sugestões e acompanhando o nosso projecto.

 

publicado por canecaspartidas às 21:07
link do post | comentar | favorito

.Índice

. Resultados dos Inquéritos

. Terceiro Período

. Avaliação do 2º Período

. Objectivos/ Estratégias p...

. Balanço do 2º Período

.Arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Links

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.pesquisar

 

.Mais sobre nós

.tags

. todas as tags